Home

Remédios Suplementos e Vitaminas Vitamed  Vacinas  Para Alérgicos


Faça sua busca aqui !
Clinaire






ABCdoPRECO

PRODUTOS

Bula do Bricanyl Expectorante Frasco com 100 Ml


Dica de compra
- Composição
cada ml contém: sulfato de terbutalina 0,3 mg,guaifenesina 13,3 mg, contém 250 mg de açúcar por ml.

- Posologia e Administração
a dosagem deve ser individualizada: adultos: 3 - 4,5 mg (10 - 15 ml), 3 vezes ao dia. Crianças: 0,075 mg (0,25 ml)/kg, 3 vezes ao dia. Superdosagem: possíveis sinais e sintomas: cefaléia, ansiedade, tremor, câimbras musculares, palpitações, arritmia, taquicardia. Pode ocorrer queda da pressão sangüínea. Relatos laboratoriais: hiperglicemia e lactacidose podem ocorrer. Agonistas beta-2 podem causar hipocalemia como resultado da redistribuição de potássio e geralmente não requer tratamento. Tratamento: nos casos leves e moderados a dose deve ser reduzida. Aumentar a dose lentamente se o efeito broncospasmolítico for necessário. Nos casos graves, deve-se realizar lavagem gástrica, administrar carvão ativado e determinar o balanço acidobásico, glicose sangüínea e eletrólitos. A freqüência e o ritmo cardíaco bem como a pressão sangüínea devem ser monitorados e as alterações metabólicas corrigidas. Para o tratamento de arritmias que causam alterações hemodinâmicas, recomenda-se o uso de um betabloqueador cardiosseletivo (exemplo metoprolol). Os betabloqueadores devem ser usados com cuidado, pois podem induzir obstrução bronquial. Deve-se administrar um expansor de volume se a redução da resistência vascular periférica mediada pelo beta-2 contribuir significantemente para a queda da pressão sangüínea.

- Precauções
Bricanyl Composto Expectorante deve ser usado com cuidado se houver possibilidade de aumento da suscetibilidade às aminas simpatomiméticas, como ocorre, por exemplo, em pacientes com hipertiroidismo sem controle adequado. Devido ao risco de hiperglicemia, recomenda-se realizar testes adicionais de glicose sangüínea em pacientes diabéticos. Os agonistas beta-2 têm sido usados com sucesso no tratamento agudo de insuficiência isquêmica cardíaca grave. Entretanto, essas drogas possuem um potencial arritmogênico que deve ser considerado no tratamento de pneumopatias. Os pacientes com cardiomiopatia hipertrófica não devem utilizar agonistas beta-2 devido ao efeito inotrópico positivo.

- Reações adversas
a intensidade das reações adversas depende da dosagem e via de administração. Uma adequação da dose inicial reduz freqüentemente as reações adversas. As aminas simpatomiméticas podem causar tremor, cefaléia, câimbras musculares, palpitações e discreta taquicardia. A maioria desses efeitos, quando ocorrem, são espontaneamente reversíveis dentro das primeiras (1-2) semanas de tratamento. Podem ocorrer urticária e exantema. Foram observados em crianças, distúrbios do sono e de comportamento. - Interações medicamentosas: betabloqueadores especialmente os não seletivos, podem inibir parcial ou totalmente os efeitos dos agonistas beta.

- Contra-Indicações
hipersensibilidade aos componentes da fórmula. - Uso durante a gravidez e lactação: não foram relatados efeitos teratogênicos em humanos ou em animais. Entretanto, recomenda-se cuidado durante o primeiro trimestre da gravidez. A terbutalina passa para o leite materno, entretanto, nas doses terapêuticas, a influência na criança é improvável. Como para qualquer outra droga, a terbutalina somente deve ser usada durante a gravidez ou lactação se, a critério médico, os benefícios potenciais superarem os possíveis riscos.

- Indicações
asma brônquica. Bronquite crônica, enfisema e outras pneumopatias que apresentam broncospasmo e secreção.

- Apresentação
xarope em frascos com 100 ml.