Home

Remédios Suplementos e Vitaminas Vitamed  Vacinas  Para Alérgicos


Faça sua busca aqui !
Clinaire






ABCdoPRECO

PRODUTOS

Bula do Clob-x 0,05% Pomada Tubo com 30 gramas


Dica de compra
CLOB-X
USO ADULTO
- COMPOSIÇÕES
CLOB-X gel Cada g contém:
Propionato de clobetasol....................................................... 0,5 mg
Alantoína ......................................................... 5,0 mg
Excipiente (carbopol 940, edetato dissódico, fenoxietanol com parabenos, PEG-200, hidróxido de sódio e água deionizada) ....q.s.p.....1,0 g

CLOB-X creme dermatológico Cada g contém:
Propionato de clobetasol..........................................................0,5 mg
Alantoína ........................................................ 10,0 mg
Excipiente (propilenoglicol, edetato dissódico, vaselina líquida dermatológica, ciclometicona, monoestearato de glicerila, álcool cetearílico, ceteareth-20, fenoxietanol com parabenos, lactato de miristila, carbopol 980, hidróxido de sódio e água deionizada) .........q.s.p...........1,0 g

CLOB-X pomada dermatológica Cada g contém:
Propionato de clobetasol....................................... 0,5 mg
Excipiente (fenoxietanol com parabenos, plastibase)..........q.s.p............... 1,0 g

CLOB-X solução tópica (capilar) Cada g contém:
Propionato de clobetasol....................................... 0,5 mg
Veículo (propilenoglicol, álcool isopropílico, edetato dissódico di-hidratado, carbopol 980, hidróxido de sódio e água deionizada ........ q.s.p.................1,0 g
- INFORMAÇÃO AO PACIENTE
CLOB-X atua como antiinflamatório e antipruriginoso no tratamento das doenças inflamatórias da pele.
CLOB-X deve ser mantido em temperatura ambiente (15º - 30ºC).
O prazo de validade é de 24 meses e está gravado na embalagem. Não use medicamentos com o prazo vencido.
Informe seu médico a ocorrência de gravidez na vigência do tratamento ou após o seu término. Informe ao médico se está amamentando. O produto não deve ser utilizado durante a gravidez.
Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento.
Não interrompa o tratamento sem o conhecimento de seu médico.
Informe seu médico o aparecimento de reações desagradáveis. Quando utilizado por longos períodos, sob curativos ou em dobras da pele, poderá determinar alterações da pele, tais como estrias, adelgaçamento, dilatação dos vasos capilares sangüíneos e desenvolvimento de infecção secundária.
TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.
CLOB-X está contra-indicado em crianças abaixo de 12 anos de idade e em pacientes com hipersensibilidade a qualquer dos componentes da fórmula.
CLOB-X gel, creme e pomada dermatológica estão contra-indicados em rosácea, acne e dermatite perioral; nas lesões cutâneas conseqüentes a infecções por vírus (ex.: herpes simples, varicela), fungos (ex.: sapinho) ou bactérias (ex.: impetigo). CLOB-X gel não deve ser usado na face, virilha ou axilas.
CLOB-X solução tópica (capilar) está contra-indicado em processos infecciosos do couro cabeludo. Evitar o contato com as membranas mucosas e os olhos e não utilizar a solução próximo ao fogo.
Como é comum a todos os corticosteróides, CLOB-X somente deve ser utilizado por curtos períodos e sob estrito controle médico. Não se recomenda o tratamento por período superior a 2 semanas consecutivas e a dose não deverá exceder a 50 g / semana, devido à possibilidade de inibição do eixo HPA (hipotalâmico-hipofisário-supra-renal).
A face, mais do que qualquer área do corpo, pode apresentar alterações após tratamento prolongado com os corticosteróides tópicos mais potentes, como é o caso do CLOB-X. Se aplicado em região periocular (pálpebra) é preciso cuidado, evitando-se o contato com os olhos, o que poderia resultar em aumento da pressão no interior do olho.
Recomenda-se, quando houver indício de dermatite infectada, a utilização concomitante de antibiótico. Qualquer evidência de disseminação da infecção, interromper a corticoterapia tópica e instituir terapêutica antibiótica sistêmica adequada.
NÃO USE REMÉDIO SEM CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO, PODE SER PERIGOSO PARA SUA SAÚDE.
- INFORMAÇÃO TÉCNICA
Como os demais corticosteróides, o propionato de clobetasol apresenta propriedades antiinflamatória, antipruriginosa, vasoconstritora e imunossupressora. O mecanismo da atividade antiinflamatória dos esteróides tópicos em geral não está esclarecido. Contudo, acredita-se que os corticosteróides atuem induzindo a síntese da lipocortina. A lipocortina é uma proteína inibidora da atividade da fosfolipase, enzima responsável pela liberação do ácido aracdônico da membrana celular. Uma vez liberado, o ácido aracdônico é metabolizado, produzindo mediadores potentes da inflamação, tais como prostaglandinas e leucotrienos.
O propionato de clobetasol é um corticosteróide que apresenta os efeitos farmacológicos sistêmicos, tópicos e metabólicos característicos desta classe de drogas.
Farmacocinética
O grau de absorção percutânea dos corticosteróides tópicos, incluindo o propionato de clobetasol, é determinado por alguns fatores tais como o veículo, a integridade da barreira epidérmica e o uso de curativo oclusivo.
Como os demais corticosteróides tópicos, o propionato de clobetasol pode ser absorvido pela pele normal íntegra. A inflamação e/ou outros processos patológicos da pele podem aumentar a absorção percutânea. O curativo oclusivo aumenta consideravelmente a absorção percutânea dos corticosteróides tópicos.
Uma vez absorvido pela pele, os corticosteróides tópicos apresentam farmacocinética semelhante à dos corticosteróides administrados por via sistêmica. Ligam-se em grau variável às proteínas plasmáticas e são metabolizados principalmente no fígado e então excretados pelos rins. Alguns dos corticosteróides tópicos, inclusive o propionato de clobetasol e seus metabólitos, são excretados também pela bile. O propionato de clobetasol sob a forma de creme e pomada tem revelado baixar os níveis plasmáticos dos hormônios adrenocorticais após aplicação cutânea repetida, não oclusiva, em doenças da pele e em pacientes com dermatite eczematosa ou psoríase. Esses efeitos têm-se revelado transitórios e reversíveis após um período de 2 semanas de tratamento.
Estudos realizados com propionato de clobetasol tópico comprovaram que a sua potência é mais elevada que a de outros corticosteróides tópicos.
- INDICAÇÕES
CLOB-X gel, creme e pomada dermatológica estão indicados como corticoterapia tópica no tratamento de dermatites e dermatoses resistentes à corticoterapia menos ativa, tais como:
Psoríase excluindo-se as formas eritrodérmica, disseminada e invertida
Eczemas em geral
Líquen plano e
Lúpus eritematoso discóide.
CLOB-X solução tópica (capilar) está indicado para o tratamento de:
Psoríase do couro cabeludo;
Eczemas rebeldes a tratamento do couro cabeludo.

- CONTRA-INDICAÇÕES
CLOB-X está contra-indicado em crianças abaixo de 12 anos de idade e em pacientes com hipersensibilidade a qualquer dos componentes da formulação.
CLOB-X gel, creme e pomada dermatológica estão contra-indicados em rosácea, acne e dermatite perioral; nas lesões cutâneas conseqüentes a infecções por vírus (ex.: herpes simples, varicela), fungos (ex.: candidíase, tinea) ou bactérias (ex.: impetigo). CLOB-X gel não deve ser usado na face, virilha ou axilas.
CLOB-X solução tópica (capilar) está contra-indicado em processos infecciosos do couro cabeludo.

- PRECAUÇÕES E ADVERTÊNCIAS
Como é comum a todos os corticosteróides, CLOB-X somente deve ser utilizado por curtos períodos e sob estrito controle médico. O produto não está recomendado em tratamento superior a 2 semanas consecutivas e a dose não deverá exceder a 50 g / semana, devido a possibilidade de inibição do eixo HPA (hipotalâmico-hipofisário-supra-renal). Recomenda-se evitar que a solução tópica (capilar) de CLOB-X tenha contato com as membranas mucosas ou olhos e não utilizá-la próximo ao fogo.

A face, mais do que qualquer área do corpo, pode apresentar alterações tróficas após tratamento prolongado com os corticosteróides tópicos mais potentes, como é o caso do CLOB-X. Se aplicado em região periocular (pálpebra) é preciso cuidado, evitando-se o contato com os olhos, o que poderia resultar em glaucoma.

Recomenda-se, quando houver indício de dermatite secundariamente infectada, a utilização concomitante de antiinfeccioso. Qualquer evidência de disseminação da infecção, interromper a corticoterapia tópica e instituir terapêutica antiinfecciosa sistêmica adequada.
Gravidez
Devido à possibilidade de ocorrência de anormalidades no desenvolvimento fetal em animais, embora este achado não tenha sido estabelecido em humanos, não se recomenda o uso deste ou de qualquer outro corticosteróide tópico, principalmente os mais potentes, durante o período da gravidez.
Uso geriátrico
CLOB-X poderá ser usado em pacientes acima de 65 anos, desde que sejam observadas as contra-indicações e precauções comuns ao produto.
- REAÇÕES ADVERSAS
CLOB-X é bem tolerado, desde que a dose semanal para adultos não ultrapasse 50 g. A supressão hipofisária é rara, transitória e reversível com a suspensão da droga. O mesmo se aplica a crianças que recebem doses proporcionais.
CLOB-X contém em sua formulação o propionato de clobetasol, corticosteróide muito ativo, de uso exclusivamente tópico, e indicado para tratamentos de curtos períodos. Quando utilizado por longos períodos, ou sob forma de curativos oclusivos, ou em regiões com dobras da pele, poderá determinar alterações tróficas da pele, tais como estrias, adelgaçamento, dilatação dos vasos capilares sangüíneos (telangiectasias) e desenvolvimento de infecção secundária. Em raras ocasiões, a retirada dos corticosteróides ou o tratamento da psoríase com esse tipo de produto pode provocar o aparecimento da forma pustulosa da doença.
- POSOLOGIA
CLOB-X gel, creme e pomada dermatológica
Aplicar pequena quantidade na área afetada uma ou duas vezes ao dia, até que ocorra melhora. A exemplo dos demais corticosteróides tópicos de alta potência, quando a lesão for controlada, a terapia deve ser interrompida, o que é geralmente possível em poucos dias, nas afecções que respondem mais facilmente.
Se houver necessidade de um período maior de tratamento recomenda-se que o mesmo não exceda a quatro semanas, sem que a condição do paciente seja reavaliada. Para controle das exacerbações, pode-se fazer uso intermitente de CLOB-X por curtos períodos. Se for necessária corticoterapia contínua, deve-se usar uma preparação menos potente.
CLOB-X solução tópica (capilar)
Aplicar pequena quantidade da solução sobre a região afetada, pela manhã e à noite. A exemplo dos demais esteróides tópicos de alta potência, a terapia deve ser descontinuada tão logo se obtenha controle do caso. Diante da necessidade de tratamento contínuo, utilizar preparações menos potentes.

- SUPERDOSAGEM
O tratamento extensivo e prolongado pode dar origem, particularmente em lactentes e crianças, à supressão adrenal. Por essa razão, os pacientes devem ser reavaliados periodicamente.