Home

Remédios Suplementos e Vitaminas Vitamed  Vacinas  Para Alérgicos


Faça sua busca aqui !
Clinaire






ABCdoPRECO

PRODUTOS

Bula do Diasec 2 Mg Blister com 4 comprimidos


Dica de compra

DIASEC
A+ A- Alterar tamanho da letra
- Composição
cloridrato de loperamida 2 mg. Excipienteq.s.p. 1 comprimido.

- Posologia e Administração
o seguinte esquema médico é recomendado: adultos e crianças acima de 5 anos: diarréia aguda: a dose inicial é de 2 comprimidos para adultos e 1 comprimido para crianças, seguidos de 1 comprimido após cada subseqüente evacuação líquida, até uma dose diária máxima de 8 comprimidos (16 mg) para adultos e 3 comprimidos para cada 20 quilos de peso corpóreo para as crianças. Diarréia crônica: a dose diária inicial é de 2 comprimidos para adultos e 1 comprimido para crianças. Esta dose deve ser ajustada, até que 1 a 2 evacuações sólidas ao dia sejam obtidas, o que é conseguido, em geral, com uma dose diária que varia entre 1 a 6 comprimidos. A dose diária máxima não deve ultrapassar 8 comprimidos (16 mg) para adultos e 3 comprimidos para cada 20 quilos de peso para as crianças. - Superdosagem: em casos acidentais de superdosagem deve-se promover lavagem gástrica seguida de administração oral ou por sonda de uma suspensão aquosa de 100 g de carvão ativado. O paciente deverá permanecer sob observação médica por um período de pelo menos 48 horas, a fim de se detectar possíveis sinais de depressão do sistema nervoso central, que possam exigir medidas terapêuticas precoces específicas. Nos casos de intoxicação, os seguintes efeitos colaterais podem ser observados: constipação, náusea, vômitos, sintomas e sinais neurológicos (miose, hipertonia muscular, sonolência e bradipnéia). Se depressão do SNC for observada, naloxona pode ser administrada. Desde que a excreção renal da loperamida é muito pequena, a diurese forçada não é efetiva em casos de intoxicação.

- Precauções
embora não tenham sido observados quaisquer efeitos teratogênicos em animais, com doses comparáveis a 30 vezes a dose terapêutica em humanos, o uso do produto deve ser evitado durante a gravidez. Por não estar comprovado se o cloridrato de loperamida é eliminado pelo leite materno, recomenda-se também que não seja utilizado durante a fase de lactação. Como a depleção de fluidos e eletrólitos nos pacientes com diarréia é, em graus variáveis, uma ocorrência habitual, o uso do produto não deve excluir a hidratação oral ou parenteral.

- Reações adversas
ressalvadas as contra-indicações mencionadas, o produto é bem tolerado. Casos raros de secura da boca, distensão abdominal transitória, náusea, vômito, constipação, sonolência e tontura foram mais comumente observados em tratamentos de longa duração.

- Contra-Indicações
em situações clínicas ou cirúrgicas diversas, quando é imperioso evitar a interrupção do fluxo fecal. Na vigência de evidente processo toxiinfeccioso agudo causado por agentes invasivos (Salmonella shigella), e na colite pseudomembranosa associada à terapêutica com antibióticos de largo espectro. A interrupção do fluxo fecal nestes casos é indesejável, pois pode reter no intestino bactérias ou toxinas, que normalmente devem ser eliminadas do organismo através de evacuações. Em pacientes com doenças inflamatórias crônicas (colite ulcerativa, doença de Crohn, etc.), em que predominam a distensão e sinais denunciadores de megacólon tóxico. Quando a função hepática estiver alterada, situação em que pode ocorrer superdosagem relativa. Em pacientes com hipersensibilidade reconhecida à droga (erupções cutâneas, urticária , etc.).

- Indicações
diarréias de um modo geral, agudas ou crônicas, caracterizadas por hiperperistaltismo, hipertonia, cólicas intestinais e perda líquida fecal. Nas ileostomias e colostomias hiperfuncionantes, com excessiva perda de água e eletrólitos. Nas diarréias crônicas espoliativas associadas a doenças inflamatórias, tais como, doenças de Crohn e retocolite ulcerativa. Nas enterocolites funcionais secretoras e hipermotoras, tais como, o colo irritável e diarréias pós-irradiação (colorretites actínicas). Não indicado na diarréia aguda ou persistente da criança.

- Apresentação
caixa com 1 blister com 12 comprimidos de 2 mg e caixa com 50 blister com 4 comprimidos.